domingo, 19 de abril de 2015

Como a minha cara-metade me faz sentir um verdadeiro nabo (ou sem ela não sou ninguém)

Há já uns meses deixei cair o rato sem fios, poucas semanas depois de o ter comprado, ao chão. A partir daí, durava 1 minuto, se tanto ligado, voltava a desligar-se. Experimentei mudar a pilha. Experimentei pequenas pancadinhas (eu sei, eu sei...). Olhei para ele quinhentas vezes, para ver se daria para desmontá-lo e descobrir alguma ligação que não estivesse em funcionamento. Nada resultou. Até ontem, quando cara-metade ficou em casa, quando tratava de uns assuntos e me pediu para deixar o pc ligado. 

Simplesmente mudou a pilha. 
Eles vendem pilhas já usadas, não vendem? 

sexta-feira, 6 de março de 2015

O que é que eles estão p'rali a dizer?


Hoje acordei e tinha as pessoas a falarem uma língua estranha, sobre festivais da canção e outras coisas que tais e pensei que a blogosfera se tinha tornado na minha vida. 

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

A revolta da lata de pêssegos


Acabei de dar conta que a lata de pêssegos em calda que tinha na despensa cometeu um ataque suicida e rebentou. Gostava de dar mais pormenores do sucedido, mas não devia estar em casa na altura e o meu mais novo não presta declarações acerca da ocorrência.